Orçamento gratuito online!

Postado em: 14/08/2018 09:20:00 por Equipe ConsertaSmart


O sonho de muitos usuários, que se voltaram à linha Chromebook na tentativa de obter um computador barato, leve e simples para trabalhou ou lazer, pode se tornar realidade. A Google estaria trabalhando em um sistema que poderia tornar os computadores compatíveis com o Windows 10, permitindo que os donos dos equipamentos escolham, de maneira simples, o sistema operacional que desejam usar em suas máquinas.

O projeto Campfire, como está sendo chamado internamente, traria o suporte nativo ao dual-boot para os computadores da linha a partir dos Pixelbooks, lançados em outubro do ano passado e focado em um público que deseja boa performance e máquinas híbridas. A ideia é que o potencial de um processador como o i5 ou os 8 GB de memória RAM estariam sendo subaproveitados com o Chrome OS, sendo a possibilidade de rodar Windows 10 um pensamento antigo, que já viria desde antes do lançamento dos notebooks.

Isso, por outro lado, também significaria que modelos mais antigos e menos robustos não ganhariam o suporte ao Windows 10. Além de diferenças de performance em si, entram em jogo a necessidade de espaço em disco e, principalmente, a necessidade de testes para garantir compatibilidade. Sendo assim, o trabalho envolvido tornaria o sistema de dual-boot disponível em mais máquinas do que apenas da linha Pixelbook, mas também restringiria esse suporte apenas aos computadores lançados daqui em diante.

O trabalho estaria sendo feito, também, de forma a abraçar até mesmo os usuários leigos, bem como manter intactas as opções de segurança dos equipamentos. Sendo assim, a escolha entre o Windows 10 ou o Chrome OS não dependeria da ativação do Modo de Desenvolvedor dos computadores, garantindo a presença do recurso de boot verificado, que garante a autenticidade de todos os elementos de software e hardware ao mesmo tempo em que torna o processo de instalação e carregamento de um segundo sistema operacional mais simples.

 

Alguns recursos de hardware e software, entretanto, precisam estar presentes. De acordo com os rumores publicados pelo site XDA Developers, o recurso de dual-boot estaria disponível apenas em computadores com mais de 40 GB de armazenamento interno, sendo que 30 GB ficariam para o Windows 10 e o restante para o Chrome OS. As máquinas também teriam que cumprir certos requisitos de processamento e memória RAM, o que significa que mesmo os computadores novos, mas voltados para um público de base, podem não contar com o recurso.

As primeiras menções à possibilidade de dual-boot em Chromebooks surgiram há três meses, quando usuários do Reddit encontrarm referências a algo chamado "AltOS" tanto no código de atualizações para o Pixelbook quanto no GitHib do projeto Chromium, voltado ao sistema operacional da Google. Em algumas linhas, menções ao Windows também puderam ser encontradas, indicando que o sistema operacional da Microsoft poderia ser o tal "OS alternativo".

A expectativa dos desenvolvedores, inclusive, seria anunciar o projeto Campfire ainda neste ano, em meados de outubro, quando a Google realiza seu tradicional evento com anúncios de aparelhos e novidades. O suporte pode chegar pouco tempo depois a alguns dispositivos já no mercado, enquanto os ainda a serem lançados aterrissariam nas prateleiras com o recurso de dual-boot já disponível.

A Google não comenta publicamente sobre essa possibilidade, apesar de já ter falado, diversas vezes, de expandir as capacidades do Chromebook para além de seu próprio sistema operacional. Isso já teria se tornado realidade com a conversão de apps do Android para a plataforma e a compatibilidade com o Windows 10 seria um gigantesco e importante passo nesse sentido.



Excelência em reparo de aparelhos eletrônicos. 400 Lojas em mais de 3 países.

Responsabilidade Social

A Rede Conserta Smart é comprometida com a melhoria do meio ambiente e o consumo responsável. Prolongue a vida útil de seus equipamentos ao invés de descartá-los.


A rede utiliza sistemas e processos online, objetivando transparência na execução de serviços. Todos os cursos e treinamentos são certificados para garantir total qualidade no atendimento ao cliente.


Quem pode abrir uma ConsertaSmart?

Qualquer pessoa empreendedora, não exigimos um perfil técnico. Conheça nossa Franquia. Conhecer mais...


Imprensa

Somos a maior referência em conserto de celulares na América Latina. Fornecemos relatórios e dados de mercado. Email: [email protected]

Orçamento rápido

Não, obrigado (x)