Orçamento gratuito online!

Postado em: 17/10/2018 11:17:00 por Equipe ConsertaSmart


Durante o evento de anúncio de sua nova linha de smartphones, a Huawei também aproveitou para revelar o novo modelo de smartwatch da companhia: o Watch GT. E, contrariando todas as previsões, ele não usa o sistema operacional baseado em Android, o Wear OS. Os aparelhos usam, na verdade, o Lite OS (sistema proprietário da Huawei), o que coloca a empresa ao lado de Apple, Fitbit, Samsung e Garmin — todas conhecidas por utilizar seus próprios sistemas operacionais em seus aparelhos vestíveis.

O Watch GT não é, na verdade, o primeiro aparelho da Huawei a utilizar o Lite OS, que já foi utilizado pela empresa em pulseiras fitness, além de licenciado para uso em campainhas inteligentes, caixas de correspondência conectadas à internet e postos de luz. De acordo com a fabricante chinesa, um dos benefícios do uso do software ao invés do Wear OS é o de aumentar a vida útil da bateria do aparelho.

Watch GT em três cores diferentes (Imagem: Huawei)

O aparelho é um smartwatch bem básico, possuindo apenas os aplicativos mais usados pelos usuários e feito para competir com as pulseiras fitness mais simples, como as da Fitbit ou da Garmin. O Watch GT possui uma arquitetura de dois chips, o que permite que ele funcione em dois modos de consumo diferente: um mais econômico, em quet o aparelho efetuará apenas operações mais simples, e um de maior consumo para funções mais complexas, como dicas de atividades físicas.

A bateria do aparelho também tem uma vida útil diferente dependendo do modo que o aparelho é utilizado, podendo durar mais de 30 dias caso o dispositivo seja usado apenas para receber notificações do smartphone e monitorar o batimento cardíaco; pelo menos duas semanas caso o usuário o use somennte para analisar o sono e fazer o acompanhamento de um total de 180 minutos de atividade física; ou 22 horas caso todos os sensores estejam acionados e a tela fique o tempo todo acesa.

 

O Watch GT é compatível com smartphones iOS e Android, e custaa partir de €199. Apesar do preço relativamente mais baixo do que o de outros smartwatches e a vida longa da bateria, alguns especialistas acham que o fato de o produto ser tão básico pode acabar afetando suas vendas, já que o Watch GT não conseguirá se conectar à rede social fitness Strava e nem mesmo ser usado para ouvir músicas.

 

During the announcement event of its new line of smartphones, Huawei also took the opportunity to unveil the company's new smartwatch model: Watch GT. And, contrary to all predictions, it does not use the Android-based operating system, Wear OS. The handsets actually use Lite OS (Huawei's proprietary system), which puts the company next to Apple, Fitbit, Samsung and Garmin - all known for using their own operating systems on their wearable devices.

The Watch GT is not, in fact, Huawei's first handset to use Lite OS, which has already been used by the company on fitness wristbands, as well as licensed for use in smart buzzers, internet-connected mailboxes and light stations. According to the Chinese manufacturer, one of the benefits of using the software rather than Wear OS is to increase the battery life of the device.

Watch GT in three different colors (Image: Huawei)

The handset is a very basic smartwatch, with only the most commonly used applications by users and made to compete with the simplest fitness bracelets, such as Fitbit or Garmin. The Watch GT has a two-chip architecture, which allows it to work in two different consumption modes: a more economical, in which the device will only perform simpler operations, and one of more consumption for more complex functions, such as physical activities.

The battery of the device also has a different useful life depending on the mode the device is used, and can last longer than 30 days if the device is used only to receive notifications from the smartphone and to monitor the heart rate; at least two weeks if the user only uses it to analyze the sleep and follow up for a total of 180 minutes of physical activity; or 22 hours if all the sensors are activated and the screen is lit all the time.

Watch GT is compatible with iOS and Android smartphones, and costs from € 199. Despite the relatively lower price than other smartwatches and long battery life, some experts believe that the fact that the product is so basic may end up affecting its sales, since Watch GT will not be able to connect to the social network Strava and not even be used to listen to music.


https://canaltech.com.br/smartwatch/huawei-anuncia-watch-gt-seu-primeiro-smartwatch-que-nao-utiliza-wear-os-124920/

Excelência em reparo de aparelhos eletrônicos. Mais de 370 unidades em mais de 3 países.

Responsabilidade Social

A Rede Conserta Smart é comprometida com a melhoria do meio ambiente e o consumo responsável. Prolongue a vida útil de seus equipamentos ao invés de descartá-los.


A rede utiliza sistemas e processos online, objetivando transparência na execução de serviços. Todos os cursos e treinamentos são certificados para garantir total qualidade no atendimento ao cliente.


Quem pode abrir uma ConsertaSmart?

Qualquer pessoa empreendedora, não exigimos um perfil técnico. Conheça nossa Franquia. Conhecer mais...


Imprensa

Somos a maior referência em conserto de celulares na América Latina. Fornecemos relatórios e dados de mercado. Email: [email protected]

Orçamento rápido

Não, obrigado (x)