Orçamento gratuito online!

Postado em: 04/07/2018 10:58:00 por Equipe ConsertaSmart


Progredir e procriar não é apenas uma máxima dos seres humanos em geral, mas também das indústrias. Assim sendo, não é exatamente surpreendente que a Xiaomi esteja querendo aparecer legalmente nos Estados Unidos.

Apesar de ainda não ter conseguido entrar no país, a chinesa não se deu por vencida, ainda mais sendo considerada a terceira marca do mundo no segmento de smartphones. Embora venha enfrentando hostilidade e resistência ao tentar emplacar seus smartphones nos EUA, informações recentes dão conta de que a Xiaomi está mesmo se preparando para uma nova tentativa, e está bastante otimista com a empreitada.

Segundo o vice-presidente sênior da companhia, Wang Xiang, o mercado americano é muito lucrativo e a fabricante está aprimorando recursos técnicos e de engenharia com bastante zelo, para desenvolver smartphones compatíveis com as principais operadoras do país.

Os planos miram para o próximo ano, apesar de as negociações com algumas transportadoras não terem sido muito favoráveis, ainda.

 

Quanto às operadoras, a Xiaomi não conseguiu nenhum acordo com elas, em suma por conta de acusações de espionagem disfarçadas de preocupações de que o equipamento de rede da companhia chinesa poderia apresentar ameaças à segurança dos Estados Unidos.

Vale lembrar que, num cenário semelhante, a ZTE foi proibida de comprar componentes fabricados em terras americanas por violar sanções comerciais há algum tempo – apesar de a proibição ter sido suspensa e uma multa ter sido estabelecida.

Apesar das aparentes dificuldades, Wang não acredita que sua companhia enfrentará problemas também políticos, mencionando que a Huawei possui um ótimo relacionamento com empresas americanas, tais como a Qualcomm e a Alphabet.


Unidades

Temos sempre uma unidade bem perto de você. Verifique abaixo a loja mais próxima para resolver o seu problema :)

Receba novidades

Orçamento rápido

Não, obrigado (x)