Orçamento gratuito online!

Postado em: 22/03/2018 13:54:00 por Equipe ConsertaSmart


A Nokia apresentou o seu Nokia 8 Sirocco no MWC 2018, mesmo evento onde a Samsung lançou o seu Galaxy S9. Ambos prometem oferecer uma ficha técnica poderosa, câmeras de boa qualidade e experiências bastante diferentes no sistema operacional Android. Mas, será que o top de linha finlandês consegue bater o todo poderoso telefone coreano?

Com preços similares, em torno de US$ 700 a US$ 800, ambos têm características para agradar tanto consumidores fiéis às marcas como públicos que focam em design, funcionalidades e poder de fogo. Para te ajudar a decidir qual o melhor, o Olhar Digital comparou as fichas técnicas, pontos fracos e fortes de cada concorrente. Confira a seguir:

 

Design

O Nokia 8 Plus tem um corpo com laterais metálicas e vidro na parte traseira e frontal, como a maior parte dos tops de linhas atuais. Disponível na cor preto, o aparelho possui espessura de 7,5 milímetros e peso de 7,5 milímetros. Para quem se preocupa com resistência, o modelo traz proteção IP67, que permitem mergulhos de até um metro por até 30 minutos e contato com poeira.

 

Veja a imagem neste link.O Galaxy S9 segue as mesmas linhas do seu antecessor, porém com laterais metálicas reforçadas com alumínio 7000 e vidro Gorilla Glass 5 mais espesso. Com 8,5 milímetros e 163 granas, o telefone chega com uma maior variedade de cores: preto, azul, cinza e roxo. Uma vantagem sobre o concorrente da Nokia é a proteção padrão IP68, que resiste a até 1,5 metro de profundidade por 30 minutos.

 

Tela

Nokia e Samsung seguiram caminhos bastante diferentes no que diz respeito aos seus displays. O Galaxy S9 chega com a nova tendência de telas com bordas mínimas e proporção 18:9, que faz com que o telefone seja mais “altinho” do que o comum. Assim como o rival, o Nokia 8 Sirocco também tem o display com laterais curvas, porém a margens superior e inferior carregam a clássica proporção 16:9.

Partindo para os números, o Galaxy S9 apresenta uma tela Super Amoled de 5,8 polegadas com resolução QHD+ (2590 x 1440 pixels) e densidade de 570 ppi. Já o Nokia 8 Sirocco traz uma possui um display P-OLED de 5,5 polegadas com definição QHD (2560 x 1440 pixels) e 534 ppi. Ambos os celulares são protegidos por vidro Gorilla Glass 5 contra quebras e arranhões.

 

Veja a imagem neste link.No que diz respeito à qualidade, os dois aparelhos apresentam bons números. No entanto, o Galaxy S9 tem o suporte ao HDR10 como um grande diferencial, especialmente para quem deseja assistir filmes no Netflix e em outros aplicativos com altos contrastes. Já a proporção de 16:9 do Nokia Sirocco ainda é a mais utilizada em filmes e séries, mas a tendência é que isso mude à medida que o padrão Univision (19:8) se torne mais utilizado em celulares e TVs pelo mundo.

 

Câmera

O Galaxy S9 básico possui uma câmera única de 12 megapixels com abertura dinâmica de até f/1.5, o que tende a ser extremamente útil em fotos em ambientes escuros. O telefone da Samsung traz ainda um foco de detecção de fases, estabilização óptica OIS e flash LED duplo. Já as gravações podem ser feitas em 4K (2160p) a 60 fps, Full HD (1080p) a 240 fps e em ultra câmera lenta HD (720p) a 960p. Um detalhe importante é que o Galaxy S9 Plus tem um sensor secundário de 12 megapixels.

Já o Nokia Sirocco traz uma câmera dupla de 12 megapixels, com zoom óptico de 2 vezes, flash LED duplo e foco de detecção de fases. Uma diferença importante, contudo, é que a abertura da lente principal do telefone é de f/1.75, que embora não seja nada ruim, é menor do que o da Samsung. A Nokia também fica devendo em vídeos, já que o telefone entrega resolução 4K e Full HD a 30 fps.

 

Veja a imagem neste link.Em resumo, apesar de toda a tradição da Nokia na câmera de smartphones, a Samsung consegue levar a melhor dessa vez. Os aparelhos da sul-coreana trazem um conjunto capaz de fazer melhores fotografias em ambientes escuros e de gravar vídeos com melhor qualidade, especialmente em câmera lenta.

 

Especificações

O Galaxy S9 será vendido no Brasil com um processador Snapdragon 845 octa-core de 2,7 GHz, 4 ou 6 GB de RAM, armazenamento de 64, 128 ou 256 GB e entrada para cartão de memória de até 400 GB. Enquanto isso, a Nokia surpreende negativamente por trazer um hardware mais antigo: chip Snapdragon 835 octa-core de 2,5 GHz, 6 GB de RAM e 128 GB internos, expansíveis em até 265 GB. Ambos possuem conexão 4G, Wi-Fi, Bluetooth, NFC e função dual-chip.

Olhando esses números, a tendência é que o Galaxy S9 tenha um desempenho relativamente superior ao telefone da Nokia, especialmente na versão Plus. A escolha da finlandesa em não usar a versão mais nova do processador Snapdragon chamou a atenção, especialmente por conta do alto preço pedido pelo aparelho. Apesar dessa crítica, o telefone é beneficiado em outro quesito.

 

Veja a imagem neste link.Tanto o Nokia 9 Sirocco como o Galaxy S9 chegam com o Android 8.0 (Oreo) de fábrica, mas com diferenças bastante consideráveis. A Samsung, como de costume, personalizou bastante a plataforma com seus aplicativos, design e a assistente virtual Bixby. Já a Nokia é uma das primeiras fabricantes a colocar um Android One, versão pura e enxuta do sistema operacional, em um top de linha. A promessa é que o telefone finlandês receba atualizações mais rápidas do que os rivais.

Partindo para a bateria, o Galaxy S9 traz um componente de 3000 mAh e o Nokia 8 Sirocco possui 3260 mAh. Ambos são equipados com carregamento rápido e recarga sem fio através de superfícies de contatos. Pelos números, a tendência é que o telefone finlandês dure umas horas a mais, porém a Samsung costuma equipar seus telefones com um modo avançado de economia de bateria que pode compensar a diferença.

Por fim, há alguns pontos importantes a serem levados em consideração. Seguindo uma tendência recente, o Nokia 8 Sirocco abandonou a entrada de fones de ouvido, o que faz com que o usuário só consiga ouvir música via Bluetooth ou através da conexão USB-C. Já a Samsung manteve o conector em seu telefone novamente e traz também o suporte a rádio FM, o que tende ser popular entre os que não querem gastar 3G para ouvir suas estações preferidas.

 

Preço e disponibilidade

O Galaxy S9 ainda não chegou ao Brasil, mas a Samsung marcou um evento para anunciar o lançamento do top de linha por aqui na próxima terça-feira, 27. Lá fora, o telefone custa US$ 720 (R$ 2.365) na versão simples e US$ 840 (R$ 2.760) no modelo Plus. Por aqui, ainda não há informações oficiais sobre o preço.

 

Também anunciado no MWC 2018, o Nokia 8 Sirocco não foi anunciado no Brasil. No entanto, as chances de o telefone desembarcar por aqui são baixas, por enquanto, uma vez que a fabricante não atua no país há alguns anos. Lá fora, o aparelho custará 750 euros (cerca de R$ 3.030).

 

Conclusão

Presente na vida de milhões de brasileiros, o retorno da Nokia tem chamado a atenção por conta do valor afetivo da marca e dos bons telefones com sistema puro. No entanto, a missão para o Nokia 8 Sirocco é bastante difícil: chamar a atenção em um mercado dominado pela Samsung e já saturado por outras empresas. A seu favor, o telefone tem o Android One e a boa qualidade de sua construção. Porém, o preço mais alto do que o telefone da Samsung deve reduzir suas chances de sucesso, especialmente ao trazer um hardware mais “antigo”.

 

Veja a imagem neste link.Já o Galaxy S9, embora não tenha sido recebido com grande alvoroço, é um telefone que melhora a já boa fórmula aplicada no seu antecessor. Com ficha técnica de ponta e design refinado, o telefone investiu bastante na qualidade de fotos e no bom desempenho com cliques noturnos. Além disso, a Samsung tem conseguido oferecer mais funções extras para quem deseja tirar o máximo de proveito do telefone.

Infelizmente, se o consumidor não for viajar para a Europa em breve, não restarão muitas opções a não ser comprar o Galaxy S9 ou importar o Nokia 8 Sirocco. Se você procura um telefone com sistema polido, uma experiência nostálgica e não liga de ficar sem assistência técnica no Brasil, o top de linha finlandês pode ser uma boa aquisição. Do contrário, o smartphone da Samsung é a escolha mais óbvia.



Excelência em reparo de aparelhos eletrônicos. 400 Lojas em mais de 3 países.

Responsabilidade Social

A Rede Conserta Smart é comprometida com a melhoria do meio ambiente e o consumo responsável. Prolongue a vida útil de seus equipamentos ao invés de descartá-los.


A rede utiliza sistemas e processos online, objetivando transparência na execução de serviços. Todos os cursos e treinamentos são certificados para garantir total qualidade no atendimento ao cliente.


Quem pode abrir uma ConsertaSmart?

Qualquer pessoa empreendedora, não exigimos um perfil técnico. Conheça nossa Franquia. Conhecer mais...


Imprensa

Somos a maior referência em conserto de celulares na América Latina. Fornecemos relatórios e dados de mercado. Email: [email protected]

Orçamento rápido

Não, obrigado (x)